Projeto Dry2Value

Projeto Dry2Value

Estudo e desenvolvimento de um sistema de secagem para valorização de lamas

 
Projeto n.º POCI-01-0247-FEDER-033662
PROJETOS PT2020 - SII&DT EM COPROMOÇÃO
Programa Operacional: Programa Operacional Competitividade e Internacionalização
Fundo: FEDER
Acrónimo: Dry2Value
Título: Estudo e desenvolvimento de um sistema de secagem para valorização de lamas
Período de Execução: 01/09/2018 a 31/08/2020
Promotor Líder: Lena Ambiente, S.A.
Investimento total Elegível: 101.026,24€
Apoio financeiro da União Europeia (FEDER): 52.169,02€
Localização do investimento:
 
 
Síntese e Objetivos do Projeto:
A quantidade de lamas produzidas pela indústria nos países desenvolvidos é, atualmente, muito elevada e com tendência de aumento, resultando estas principalmente da necessidade de proteger os meios hídricos naturais da carga poluente dos efluentes líquidos. De facto, são diversos os setores industriais (ETAR domesticas, curtumes, pasta e papel, têxtil, agroalimentar, industria química, etc.) que são confrontados com o desafio de  gerir um resíduo que tem sempre associados diversos problemas.
Este projeto centra-se no desenvolvimento e construção de um sistema protótipo de secagem de lamas, capaz de diminuir drasticamente o seu teor de humidade, até cerca de 20% se a aplicação for para fins agrícolas, ou ate 10% se a opção for a valorização energética. No caso das lamas de ETAR, importa salientar que simultaneamente com a redução da humidade será assegurada a sua higienização, a preservação da matéria orgânica e a minimização dos problemas associados aos maus odores. Deste modo, os custos de transporte serão drasticamente diminuídos, permitindo aumentar a capacidade de armazenamento e proporcionando maior flexibilidade na gestão global das lamas em termos de destino final.
O sistema de secagem a desenvolver será cerca de 30% mais económico em termos de custo de investimento, e terá ainda a vantagem de utilizar de modo flexível, energias renováveis (biomassa, lamas secas, biogás e outros gases quentes eventualmente disponíveis no processo industrial). O sistema de secagem deve ser versátil para permitir utilizar aditivos adjuvantes da secagem que minimizem odores, sendo privilegiados outros resíduos industriais que atualmente tem como destino o aterro (e.g. dregs de licor verde da industria das pasta de papel).

Consulte a Ficha do Projeto Aqui

Data da notícia: 1 Setembro 2018